Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chispes e Couratos

Neste espaço não se discriminam gostos, fetiches, taras, manias, desvarios ou inclinações gastronómicas. Só não toleramos seguidores fanáticos do tripadvisor.

Chispes e Couratos

Neste espaço não se discriminam gostos, fetiches, taras, manias, desvarios ou inclinações gastronómicas. Só não toleramos seguidores fanáticos do tripadvisor.

04
Abr18

A nanogastronomia do Chef Avillez

JP

Não é que seja uma crítica, é apenas a expressão de alguma angústia. A capacidade de concentrar qualidades e sabores de um cozido ou um leitão em quantidades cada vez mais reduzidas é particularmente assustadora. Estaremos já na fase da nanogastronomia, a dez anos de reunir todos os princípios activos de umas tripas numa única cápsula ou comprimido efervescente? Ou até em supositório que, como todos sabem, chega mais rapidamente ao sangue.

A redução dos gostos e aromas de um prato numa pequena amostra é sem dúvida extraordinário, mas não me é sedutora. Não se trata de uma espécie de destilação de sabores, um processo de separação da essência. Não, está a encurtar-se a narrativa degustativa. Para mim, é como ler o resumo de um livro, ou ouvir uma rapsódia da obra de um músico ou apenas as melhores frases do Fernando Pessoa..

Imaginem o tempo em que nos darão a experimentar uma vagina electroquímica, de bolso (talvez com uns óculos de realidade virtual e um comprimido), que concentra todos os prazeres de estar com uma mulher. Tudo bem, até é uma ideia interessante. Não foi o melhor exemplo, esqueçam este assunto, e foquemo-nos na comida.

Nota importante: o cozido que se segue ainda não sofreu qualquer redução interpretativa. Por questões relacionadas com direitos de autor, não apresentamos aqui a imagem do cozido ou do leitão do chef Avillez.

cozido.jpg