Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chispes e Couratos

Neste espaço não se discriminam gostos, fetiches, taras, manias, desvarios ou inclinações gastronómicas. Só não toleramos seguidores fanáticos do tripadvisor.

Chispes e Couratos

Neste espaço não se discriminam gostos, fetiches, taras, manias, desvarios ou inclinações gastronómicas. Só não toleramos seguidores fanáticos do tripadvisor.

10
Fev09

Peixe? Galo? Uma boa surpresa no Expositor

Convidado

Era uma vez os três…os três mosqueteiros (eu e os meus tios Manuel e São, de Gouvinhas - Sabrosa) mais o D’Artagnan João Paulo, que decidiram entrar em acção no Restaurante Expositor, em Braga, para defrontar um duelo gastronómico. Espadas deixadas à porta, frente à imagem do “Cardeal Migaitas”, sim porque se fosse o Richelieu nunca baixaríamos as armas, cumprimentos feitos ao Sr. Presidente da Câmara Municipal de Braga, presença habitual no espaço de culto Migaitas, apaziguamos os nossos estômagos com uns bons petiscos de entrada, desde requeijão com doce de abóbora, alheira salteada com grelos e um folhado de galinha com legumes. Como o dia de quinta-feira se avizinhava árduo, decidimos “Um por todos e todos por um” escolher, como primeiro prato, peixe-galo grelhado com batatinha a murro e grelos, seguindo-se a posta com arroz e mais uma travessa de grelos. Escoltando tal repasto, um bom Douro tinto ‘Quinta de Vale Abraão’.

Tudo estava delicioso, como é apanágio da casa, mas o mais surpreendente foi o peixe-galo grelhado, dotado de uma carne branca, consistente e saborosa. O peixe-galo deve o seu nome a um conjunto de barbatanas que fazem lembrar a crista do galináceo, mas os franceses designam-no por "Saint-Pierre", em virtude das duas manchas negras que possui (uma de cada lado do corpo). De facto, reza a lenda que S. Pedro terá encontrado uma moeda de ouro na boca do peixe e, ao retirá-la, terá deixado impressas as marcas das suas mãos no habitante marinho...

Embora não deva muito à beleza, porque possui uma cabeça grande e uma enorme boca de mandíbula inferior proeminente, o peixe-galo é considerado um entre os melhores peixes de mar. Como diz o ditado “quem vê caras, não vê corações”. O que não percebo é porque é que uma boca grande no oceano é sinónimo de fealdade e no mundo térreo é digno de adoração e desejo; ainda bem que a Angelina Jolie não vive no fundo do mar.

Não houve tempo para sobremesas porque outras aventuras e trabalhos se nos aguardavam. Mas vamos continuar a cantar de galo por esse país fora!

A. Corunha

2 comentários

Comentar post