Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chispes e Couratos

Neste espaço não se discriminam gostos, fetiches, taras, manias, desvarios ou inclinações gastronómicas. Só não toleramos seguidores fanáticos do tripadvisor.

Chispes e Couratos

Neste espaço não se discriminam gostos, fetiches, taras, manias, desvarios ou inclinações gastronómicas. Só não toleramos seguidores fanáticos do tripadvisor.

19
Out16

Vai-te quilhar, Tasquinha do Fumo

JP

Regressei há uns tempos à tasquinha do Fumo e fiquei chocado com a minha extrema propensão para o deslumbramento. Uma hipersensibilidade relativamente comum, em que na presença de algumas circunstâncias ambientais, a reacção alérgica é imediata, e desenvolvo um enorme abcesso de fascínio. Ou então estarei a ficar imune à sensatez.

Começo a convencer-me que é preciso ter cuidado comigo, não posso ser largado à solta no mundo da crítica gastronómica, nem sair para blind dates sem um tutor. E convém nunca trabalhar em sismografia, controlo de doenças virais e combate ao terrorismo.

TF.jpg

Claro que poderia simplesmente apagar o texto que tinha escrito sobre a casa e confiar que o baixíssimo nível de leitores do nosso blog me asseguraria uma velhice calma e sem sobressaltos. Mas não posso dizer agora que o escrevi sem sinceridade e nunca estaria livre de um dia alguém me apontar na rua, “olha lá, tu não eras dactilógrafo em Auschwitz?”.

Há fantasmas que convém assassinar e dissolver em ácido enquanto sabemos por onde andam.

Por isso, meus caros, opto por não renegar o que escrevi, mas apenas fazer uma actualização, resumindo com um substantivo feminino a minha nova experiência neste restaurante: foi uma merda. Senti-me como se só à segunda visita tivesse percebido que a Coreia do Norte tem algumas insuficiências democráticas. Como se apenas no final da garrafa reparasse que tinha a boca revestida a cortiça. Como se apenas no segundo encontro desse conta que aquele enorme par de mamas ocultava uma obesidade de grau 2.

Mas esta sensação de logro pode ser injusta. A Tasquinha do Fumo terá já sido um bom local para repasto e eu acredito que estive lá nessa altura. E não foi há muito tempo. Mas este facto ainda torna mais inadmissível o desleixo e desinteresse que senti por mim enquanto cliente. Cara tasquinha, quem ama, não trata assim. Vou procurar quem se preocupe comigo.

Lembrete no meu telemóvel com alarmes diários: esforçar-me por melhorar os meus níveis de lucidez, reduzindo o consumo de bebidas brancas e recusando-me a escrever sobre restaurantes que só tenha visitado uma vez.