Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chispes e Couratos

Neste espaço não se discriminam gostos, fetiches, taras, manias, desvarios ou inclinações gastronómicas. Só não toleramos seguidores fanáticos do tripadvisor.

Chispes e Couratos

Neste espaço não se discriminam gostos, fetiches, taras, manias, desvarios ou inclinações gastronómicas. Só não toleramos seguidores fanáticos do tripadvisor.

07
Set09

O Leitão escarrapachado

Paulo

Já pensaram quantos locais existirão neste país que são fantásticos para se comer mas uma pessoa simplesmente não faz ideia? Quantos espaços gastronómicos maravilhosos desconhecemos porque, naturalmente, nunca foram referidos na comunicação social ou não fazem parte de roteiros? Locais onde nem sequer se esperaria comer, quanto mais fazer uma refeição memorável? Locais que só descobrimos um dia por mero acaso ou pela melhor forma de todas que é o boca-a-boca?
Este Verão, por recomendação de um membro do Chispes e Couratos, conheci um desses sítios, um dos tais em que só lá chegaria desta maneira, porque mesmo que, perdido e cheio de fome, passasse de modo improvável à sua frente nunca lá pararia já que, afinal de contas, não se trata de um restaurante nem sequer de uma tasca, mas apenas e só de um café.
O local em causa é o Café do Adro, em Carreço, Viana do Castelo. O que lá se pode comer também já é de si surpreendente, nada mais que um leitão escarrapachado! Isto é, um leitão assado totalmente aberto, em pose de frango de churrasco ou de codorniz à Santa Luzia, o que o torna muito mais saboroso e estaladiço que o assado de forma tradicional, como pudemos comprovar. Acho que nunca nenhum leitão me soube tão bem e o sentimento foi comum aos outros três elementos do grupo.
Devido a algumas desistências de penúltima e última hora, e como o banquete tem de ser encomendado previamente, nós quatro tivemos que nos haver com um leitãozinho inteiro, recebido à mesa com palavrões, tanto de surpresa e admiração como de receio, mas no final só faltou sermos aplaudidos de pé por funcionários e clientes pois conseguimos dar cabo dele sem problemas, só sobrou a cabeça, sempre com a preciosa ajuda de várias garrafas de um óptimo espumante tinto (refira-se que, também ao contrário do habitual, este leitão vem acompanhado de batatas assadas no forno, arroz e legumes).
É importante acrescentar que, antes do prato principal, degustamos deliciados um conjunto de entradas muito boas, camarão, caranguejo, mexilhão, amêijoa, bôla de queijo, entre outras, e mais entradas haveriam se fossemos um grupo maiorzinho. No fim, e estando nós já há mais de duas horas sempre a comer, ainda nos satisfizemos gulosamente com uma série de crepes acompanhados de gelado à discrição.
Conta paga, menor do que esperávamos, ainda se tem a praia ali à beira para ajudar à digestão…

10 comentários

Comentar post