Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chispes e Couratos

Neste espaço não se discriminam gostos, fetiches, taras, manias, desvarios ou inclinações gastronómicas. Só não toleramos seguidores fanáticos do tripadvisor.

Chispes e Couratos

Neste espaço não se discriminam gostos, fetiches, taras, manias, desvarios ou inclinações gastronómicas. Só não toleramos seguidores fanáticos do tripadvisor.

04
Mar09

Esposende com Sabores de Mar

Paulo

Num país como o nosso, em que a gastronomia é rainha e em que “comer” é a actividade preferida e o acto social mais desenvolvido, não podiam faltar os certames gastronómicos relacionados com tudo o que se possa meter à boca. Mas, uma componente que deveria estar mais desenvolvida e enraizada é, sem dúvida, a dos concursos gastronómicos. Toda a gente sabe que a competitividade e a rivalidade é que fazem as coisas andar para a frente. E a nossa gastronomia não perde nada em se inovar e reinventar, já que demos novos mundos ao mundo porquê não haveremos de dar novos pratos ao mundo? Aliás, faz parte da nossa tradição cozinhar, das mais diversas formas, tudo o que se mexa e que seja minimamente comestível (daí que da nossa gastronomia façam parte iguarias como lampreia, enguia, caracol, pés e focinho de porco…) e fazer combinações improváveis (porco com amêijoas, açordas, arroz com sangue…).
E se muitas vezes as cozinheiras e os cozinheiros apenas dão um nome mais pomposo ou apresentam uma roupagem diferente a um prato que na sua essência é apenas mais do mesmo, não faltam, felizmente, cada vez mais exemplos de experiências bem sucedidas na transformação de sabores e na adição de novos elementos a velhos pratos tornando-os em algo, senão melhor, pelo menos diferente. E todas as inovações e reinvenções são de louvar, se é verdade que a nossa gastronomia já possui 1001 pratos não nos importamos nada que passem a ser 1101!polvo com grelos
Em Esposende, realiza-se, por esta altura, a sétima edição do Concurso Gastronómico da iniciativa “Março com Sabores do Mar”. A concurso estão pratos tão sugestivos e inovadores como “Saltarico do Atlântico c/ Bolinhas de Algas”, “Caçarola do Pescador c/ Peixe Galo Estaladiço”, “Robalo do Mar Escalado, no Forno c/ Batata a Murro e Grelos Salteados”, “Mil Folhas de Peixe em Cama de Grelos e Molho de Tomate”, “Linguado à Menier”, “Rajes de Polvo” e outros com nomes menos sugestivos mas certamente não menos originais e inovadores como “Filetes de Tamboril com Arroz de Grelos”, “Pescada à Gabriela”, “Bacalhau D. Sebastião III”, “Bacalhau dos Reis”, “Açorda de Bacalhau”, “Bacalhau ao Cubo”, “Bacalhau à Rosinha”, “Arroz de Santola” e “Arroz de Robalo”.
Não me digam que não ficaram com vontade de dar um saltinho à bela cidade costeira de Esposende para saber o que é o “Saltarico do Atlântico” e que raio são “Rajes de Polvo” ou para provar um “Linguado à Menier”?
Todas as informações que necessitam, incluindo restaurantes e preços, aqui.

1 comentário

Comentar post